quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Obama quer US$ 80 mi para apoiar matemática e ciência em escolas

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, propôs nesta terça-feira um investimento da ordem de U$ 80 milhões (cerca de R$ 137 milhões) para ser usado no ensino educacional do país.

O fundo seria destinado à especialização de cem mil professores para se chegar a um "objetivo ambicioso", nas palavras do presidente. Ou seja, formar mais de 1 milhão de americanos em ciência, tecnologia, engenharia e matemática no prazo de dez anos.

Kevin Lamarque/Reuters
O presidente Obama reage quando o estudante Joey Hudy lança um marshmallow de seu experimento científico
O presidente Obama reage quando o estudante Joey Hudy lança um marshmallow de seu experimento científico

Obama, que tentará a reeleição à Presidência em novembro, enfatizou que o ensino de ciência e matemática pode ajudar a recuperação econômica dos EUA.

O pronunciamento ocorreu durante um evento na Casa Branca com estudantes do ensino equivalente ao médio e fundamental.

Antes de falar sobre a proposta, o presidente inspecionou as invenções dos alunos e ajudou Joey Hudy, de Phoenix, a lançar um marshmallow de uma engenhoca criada pelo garoto, o "Extreme Marshmallow Cannon".

A verba para a educação deve ser incluída na proposta de Orçamento do ano fiscal de 2013, que será apresentada no próximo dia 13 e precisa ser aprovada pelo Congresso americano.

Obama também espera a contribuição da iniciativa privada, que se comprometeria a doar US$ 22 milhões (R$ 37,8 milhões) no treinamento dos professores. A Fundação Bill e Melinda Gates seria uma das instituções.

Fonte: Reuters, via Folha de São Paulo
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Postagens Recentes